Subscreva a nossa newsletter:
Uma Constituição como ponto de partida e de consenso de programas.
A Constituição é o ponto de partida para o país novo que queremos, feito de homens, mulheres e crianças vivos e livres. Ela marca os pontos fundamentais a observar na acção política. Mas nela cabem programas tão diversos como diferentes são os partidos.
Francisco Sá Carneiro, 14-06-1976