Subscreva a nossa newsletter:
Os cidadãos devem intervir
"A intervenção activa (...) trata-se portanto de um direito e de um dever que nos assiste como simples cidadãos, pelo qual não nos devemos cansar de lutar e ao qual não nos podemos esquivar a corresponder".
Francisco Sá Carneiro, 01-01-1970